Dia Mundial da Higienização das Mãos

clinica-medicina-trabalho-saude-trabalho

Com a pandemia da Covid-19, o brasileiro se viu diante da necessidade de mudar certos hábitos relacionados à higiene como forma de prevenção à doença. E esses novos costumes estão sendo de grande importância porque, além da Covid-19, também atuam preventivamente contra outras enfermidades.

Um exemplo disso é a higienização das mãos – uma ação aparentemente simples, mas que se feita da forma correta se torna uma grande aliada da nossa saúde.

POR QUE É IMPORTANTE?

Como você sabe, a pele abriga muitos microrganismos nocivos à saúde. E no caso das mãos, é a parte que mais utilizamos tanto para tocar em objetos ou em pessoas, como também em nosso próprio corpo, em ações que fazemos por reflexo, como coçar os olhos ou o nariz, por exemplo.

Se você ainda tem dúvidas, é só imaginar a enorme quantidade de objetos que você toca durante um dia: computador, telefones, corrimão, utensílios, maçanetas de portas e carros, etc.

Por isso as mãos acabam se tornando um veículo poderoso, tanto para passar esses microrganismos nocivos para frente por meio de transmissão direta ou cruzada, como também para trazer germes e vírus para o seu próprio corpo.

QUAIS DOENÇAS SÃO PREVENIDAS?

Não é apenas a Covid-19 que você irá se prevenir. A higienização correta das mãos previne enfermidades como hepatite A, uma série de infecções gastrointestinais, gripes e resfriados, H1N1, dentre tantas outras.

MAS NÃO HIGIENIZAMOS AS MÃOS DA FORMA CORRETA?

Infelizmente, a maioria das pessoas não. De tão corriqueiro, o ato de lavar as mãos acabou entrando no “piloto automático”, e a maioria faz de forma superficial e não na frequência necessária, geralmente lavando as mãos apenas antes das refeições ou após ir ao banheiro.

FREQUÊNCIA

Primeiramente é importante cuidar da frequência. Se você tinha como hábito higienizar as mãos apenas antes das refeições e após ir ao banheiro, para se ter o efeito de prevenção desejado você deve fazer isso numa frequência bem maior.

O ideal, portanto, é que sempre que você tocar em objetos de uso comum ou cumprimentar alguém, faça essa higienização. Por isso é ideal andar sempre com um frasco pequeno de álcool gel no bolso para utilizá-lo nesses momentos.

ÁLCOOL GEL OU SABONETE/SABÃO?

Esta é uma dúvida comum. Com a propagação da Covid-19, houve uma ampla divulgação sobre a necessidade de se usar o álcool gel 70%. Mas a verdade é que, feita da forma correta, o sabão e o sabonete (preferencialmente o líquido) também são eficazes nesse processo, uma vez que eles auxiliam na retirada dos microrganismos, que literalmente vão pelo ralo.

O álcool gel é extremamente importante por causa da praticidade – já que você pode levá-lo sempre junto de você e fazer a higienização em qualquer lugar. 

FORMA DE HIGIENIZAR:

Acesse o vídeo abaixo para você aprender como é a forma correta de fazer a higienização das mãos.

 

IMPORTANTE:

  • Para os trabalhadores que utilizam luvas, é importante atentar-se ao item 32.2.4.3.2, da NR32 – “O uso de luvas não substitui o processo de lavagem das mãos, o que deve ocorrer, no mínimo, antes e depois do uso das mesmas”.
  • Mantenha, se possível, as unhas curtas e sempre limpas. Se tiver unhas grandes, deve reforçar a higienização embaixo delas.
  • Lembre-se de tirar joias, como anéis, antes de higienizar as mãos – já que embaixo desses adornos costumam se acumular microrganismos.

 

CUIDADOS ESPECIAIS PARA MANIPULADORES DE ALIMENTOS

Além das recomendações acima, existe uma série de recomendações e boas práticas recomendáveis e/ou necessárias para funcionários que atuam com a manipulação de alimentos.

Dentre elas, citamos a necessidade de higienizar as mãos sempre antes de entrar na área de processamento, depois de usar o banheiro, após uso de utensílios de limpeza, após refeições – e, inclusive, quando for alternar entre a manipulação dos alimentos cruz e cozidos.

Há ainda uma recomendação do FDA (Food and Drug Administration) que estabelece uma temperatura mínima da água utilizada na higienização das mãos, que é de 37,7°C.

SAIBA MAIS:
Se tiver dúvidas, entre em contato com a Vértice, clínica de medicina do trabalho referência em toda a região.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *