Acidentes com animais peçonhentos

Mesmo com a maior utilização dos Equipamentos de Segurança Individuais (EPIs) e com muitos trabalhadores migrando do campo para as indústrias, o número de acidentes de trabalho ocasionados por animais peçonhentos só aumenta no Brasil.

Segundo dados do Ministério da Saúde, nos últimos dez anos foram registrados oficialmente mais de 95 mil casos, com 270 mortes – e se levarmos em conta que muitos dos acidentes não são registrados via CAT, esse número tende a ser provavelmente muito maior.

As cobras venenosas estão no top da lista dos acidentes com animais peçonhentos.

Depois das cobras são mais comuns os acidentes com escorpiões e aranhas, conforme números abaixo relativos aos últimos dez anos:

-Serpentes: 45.763

-Escorpiões: 22.596

-Aranhas: 16.474

RAZÕES

O relatório do Ministério da Saúde não precisa exatamente o porquê desse aumento dos acidentes de trabalho com animais peçonhentos, mas a principal evidência está sobre o aumento desses animais causado por desequilíbrios ecológicos locais – ocasionados por desmatamentos, uso indiscriminado de agrotóxicos, praguicidas e outros produtos químicos, além dos processos de urbanização.

PREVENÇÃO

Para prevenir os acidentes com animais peçonhentos, devem ser seguidas as seguintes recomendações:

-Optar por manejos agrícolas que preservem o equilíbrio ecológico e que sejam sustentáveis, evitando ações que provoquem mudanças nos hábitos dos animais

-Usar luvas de raspa de couro e calçados fechados, entre outros equipamentos de proteção individual (EPI) durante o manuseio de materiais de construção (tijolos, pedras, madeiras e sacos de cimento), transporte de lenhas, movimentação de móveis, atividades rurais, limpeza de jardins, quintais e terrenos baldios, entre outras atividades.

-Olhar sempre com atenção o local de trabalho e os caminhos a percorrer

-Não colocar as mãos em tocas ou buracos na terra, ocos de árvores, cupinzeiros, entre espaços situados em montes de lenha ou entre pedras ou que não tenham visibilidade. Caso seja necessário mexer nesses lugares, usar um pedaço de madeira, enxada ou foice; ­

-Examinar os calçados e roupas antes de usar, pois animais podem se refugiar dentro deles, principalmente em zonas rurais.

-Afastar-se lentamente caso perceba a presença de algum animal peçonhento e contatar a autoridade competente.

-Não entrar em contato com animais peçonhentos, mesmo que pareçam mortos.

-No caso de empresas, deve-se mantê-la sempre limpa e cuidar para que os terrenos ao lado estejam sempre limpos. Lembrando que o acúmulo de material de construção e entulho favorece a presença de escorpiões que encontram ambiente favorável para procriarem.

Em caso de acidentes com animais peçonhentos, o trabalhador deve ser levado IMEDIATAMENTE para a unidade de saúde mais próxima.

VEJA TAMBÉM

por dentro das normas regulamentadoras
Síndrome de Burnout-vertice-medicina-do-trabalho-gestao-saude-ocupacional
o-que-é-auxílio acidente-auxilio-doença-diferenças

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *