Número de mortes por acidentes volta a crescer

acidente-de-trabalho-saude-do-trabalho-marilia-vertice-medicina-do-trabalho

O número de mortes ocasionadas por acidentes de trabalho voltou a subir no Brasil, após uma sequência de cinco anos de queda. Em 2018, segundo dados do Ministério Público do Trabalho, foram registradas mais de 2 mil mortes por acidentes de trabalho.

Mas é importante lembrar que os números reais são, com certeza, muito maiores, uma vez que nos dados do Ministério Público só estão computados os números referentes aos trabalhadores formais.

Pra você ter uma ideia, no ano passado mais de 11 milhões de brasileiros trabalharam sem registro em carteira, e dos 90 milhões de trabalhadores, mais de 30 milhões eram informais.

ATIVIDADES COM MAIS ACIDENTES

Confira as atividades que mais registraram acidentes de trabalho entre 2012 e 2018.

-Atendimento hospitalar: 378.297

-Comércio varejista de mercadorias em geral, com predominância de produtos alimentícios: 142.907

-Administração pública: 119.266

-Construção de edifícios: 104.645

-Transporte rodoviário de carga: 100.340

IMPORTANTE: as máquinas e equipamentos foram os principais agentes causadores de acidentes e por isso exigem cuidados especiais. Confira neste artigo alguns dados e dicas referentes ao assunto e uma breve introdução à NR12 que trata da segurança em máquinas e equipamentos.

OBRIGAÇÃO LEGAL

Esses dados servem de alerta sobre a necessidade de se redobrar os cuidados com a segurança e a saúde do trabalhador. Como você sabe, as empresas têm obrigações legais e são responsáveis pela segurança e saúde dos funcionários, e por isso devem estar atentas à NR4, norma que regulamenta o SESMT (Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho).

Regulamentado pela NR4, no SESMT constam as atividades que têm como objetivo avaliar as condições de trabalho e criar ações de prevenção e cuidados com a saúde e a segurança do trabalhador.

De acordo com essa norma regulamentadora, qualquer empresa que possua empregados regidos pela CLT devem obrigatoriamente manter um Serviços Especializados em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho, sendo que as exigências variam de acordo com o porte e o segmento da empresa (clique aqui para saber mais).

Além das questões legais, segurança e saúde são investimentos e devem ser vistos como pontos estratégicos para qualquer negócio. CLIQUE AQUI e confira nosso artigo sobre esse assunto.

Se você tem dúvidas ou quiser saber mais sobre o assunto, entre em contato conosco.  

segurança-do-trabalho-marília-vértice-medicina-do-trabalho
medicina-do-trabalho-saude-ocupacional-vertice-marilia
o-que-é-auxílio acidente-auxilio-doença-diferenças

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *