Os perigos do Glaucoma!

medicina-do-trabalho-seguranca-do-trabalho-vertice-medicina-do-trabalho-glaucoma

Uma doença grave que leva a perdas irreversíveis da visão, mas que infelizmente é pouco conhecida na população: o Glaucoma.

Estima-se que cerca de um milhão de brasileiros tenham a doença, que é uma das principais causas de cegueiras em todo o mundo, segundo a Organização Mundial de Saúde.

Por isso, conheça mais sobre a doença, causas e sintomas, e compartilhe esta informação com seus amigos e familiares.

O QUE É O GLAUCOMA?

Trata-se de uma doença que afeta os olhos, geralmente ocasionada por aumento na pressão ocular, e que se não for descoberta e tratada a tempo pode levar à cegueira. Como o glaucoma não tem cura, na maioria dos casos a doença pode ser controlada mediante tratamento. E é claro, quando mais cedo for feito o diagnóstico, maiores são as chances de se evitar a perda da visão.

QUAIS OS SINTOMAS DO GLAUCOMA?

Este é o grande problema da doença, pois ela pode se desenvolver sem apresentar sintomas – sendo que o paciente só irá perceber o problema nos estágios mais avançados do glaucoma, quando a perda da visão começa a incomodar o paciente. No começo ele consegue até enxergar o que está à frente, mas não dos lados, já que a visão periférica é a primeira a apresentar os sinais – o que faz com que comece a esbarrar nas coisas. 

MAS ENTÃO COMO FAZER O DIAGNÓSTICO?

O glaucoma só pode ser diagnosticado por um oftalmologista, por meio da medição da pressão intraocular, exame clínico e, se for o caso, outros tipos de exames. Por isso é importante que este profissional seja consultado de forma preventiva uma vez ao ano – ou conforme a orientação do seu médico.  

HÁ FATORES QUE PODEM AUMENTAR AS CHANCES DE TER UM GLAUCOMA?

Apesar de não podermos confiar somente nesses requisitos, alguns fatores tornam mais propícios o surgimento da doença, como a hipertensão ocular, fatores genéticos, idade avançada, pessoas negras e com idade avançada.

COMO É O TRATAMENTO DO GLAUCOMA?

Como vimos, o glaucoma não tem cura – o que existem são tratamentos que visam retardar os efeitos da doença. O tratamento varia em cada caso, podendo ser feito a base de colírios a cirurgias.

VOCÊ PODE SE INTERESSAR TAMBÉM

saúde dos olhos ocular - vertice medicina do trabalho marília
oculos-de-protecao-seguranca-do-trabalho-vertice-medicina-do-trabalho

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *