10 dicas para a saúde dos seus olhos

saúde dos olhos ocular - vertice medicina do trabalho marília

Dez de julho é comemorado o Dia Mundial da Saúde Ocular – uma data necessária para reforçar o trabalho de conscientização sobre a importância dos cuidados com os olhos. Por isso separamos 10 dicas para a saúde dos seus olhos

  1. Mantenha-os lubrificados: Se você trabalha em ambiente com ar-condicionado é importante utilizar lubrificantes oculares (sempre com orientação do médico e evitando os excessos).
  2. Telas limpas: O pó e a sujeira da tela do computador atrapalham a qualidade da imagem e vão fazer com que você “force” mais a visão (mesmo que você não perceba)
  3. Não fique grudado no monitor: é aconselhável uma distância mínima de cerca de 50cm entre você e o monitor para manter a saúde dos olhos. 
  4. Evite coçar os olhos: Se você tem a mania de esfregar os olhos com frequência, saiba que esse hábito pode causar problemas por conta da estrutura muito frágil dos olhos. E não é só isso: as mãos contêm germes que podem causar doenças. Se seus olhos estiverem coçando mais que o comum, procure por um oftalmologista.
  5. Pisque mais: Piscar os olhos é de grande importância para evitar o ressecamento. Principalmente se você trabalha em frente ao computador, faça pausas e pisque várias vezes – isso vai ajudar a manter os olhos lubrificados e também “descansar” a vista.
  6. Pare de fumar: Sim – o cigarro também interfere na saúde dos olhos. O hábito de fumar está diretamente ligado a problemas como catarata e degeneração macular.
  7. EPI em casa: Os óculos de proteção são obrigatórios nos casos exigidos pelas Normas Regulamentadoras no ambiente de trabalho. Mas se você faz trabalhos manuais em casa, deixe também os óculos de proteção junto a sua caixa de ferramentas e use-o sempre que for realizar algum trabalho que envolva riscos.
  8. Maquiagens: Mulheres devem ficar atentas se algum tipo de maquiagem estiver causando alergia e devem interromper o uso imediatamente caso perceba isso.
  9. Utilize óculos escuros: mas atenção – sempre com lentes apropriadas (lembre-se de que o barato pode lhe causar graves e indesejados problemas) – Escolha aqueles com capacidade de bloquear de 99% a 100% dos raios UV-A e UV-B e zele pela saúde dos olhos. 
  10. Consulte um oftalmologista regularmente: saiba que sua produtividade tende a cair até 40% se estiver trabalhando ou estudando com dificuldades para enxergar. Além disso, há uma série de doenças que podem ser diagnosticadas com antecedência pelo seu médico, como o Glaucoma – que é a principal causa de cegueira irreversível no mundo. Por isso, consulte um oftalmologista regularmente.

 saúde-dos-olhos-vértice-medicina-do-trabalho-marília

Miopia, Astigmatismo e Hipermetropia: quais as diferenças?

 Já que o tema é a saúde dos olhos, vamos rever três problemas bem comuns e que ainda confundem muita gente sobre as diferenças entre eles.

MIOPIA

Você tem aquele costume de apertar e forçar os olhos porque a visão fica desfocada para objetos que estão um pouco mais longe? Então pode ser que você tenha miopia e precisa, com urgência, procurar por um oftalmologista.

A miopia é caracterizada por uma visão turva e desfocada para objetos distantes (ou nem tão distantes assim), e sua causa pode estar associada a vários fatores – inclusive genéticos.

O sintoma mais típico de quem sofre com o problema é a visão embaçada e dificuldade para identificar pessoas ou objetos a certa distância, fazendo com que tarefas aparentemente simples, como dirigir, trabalhar ou assistir a um filme, tornem-se mais penosas.

É bom lembrar que Miopia não é “doença”, ou seja, não há uma “cura” para ela, e sim, tratamentos para corrigi-la, como o uso de óculos ou lentes, e a cirurgia a laser.

HIPERMETROPIA

Se a miopia é a dificuldade para enxergar objetos ou pessoas que estão longe, a hipermetropia é o contrário – quem sofre com o problema tem o olho menor do que o normal, o que deixa a visão mais embaçada para enxergar objetos ou pessoas que estejam mais pertos.

Além disso, também podem ocorrer dores de cabeça e uma sensação de cansaço (olhos pesados).

ASTIGMATISMO

Já quem sofre com o astigmatismo pode ter dificuldades para enxergar tanto de perto como de longe. O problema é causado porque a córnea apresenta uma curvatura diferente (irregular), atrapalhando a entrada da luz e fazendo com que as imagens fiquem desfocadas – parecendo que estão distorcidos. Também podem ocorrer dores de cabeça e sensação de “vista cansada”.

 

IMPORTANTE: essas são dicas gerais e não devem ser usadas como fontes de diagnósticos ou tratamentos. Procure SEMPRE por um Oftalmologista que é o único profissional qualificado para cuidar da saúde dos seus olhos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *